A Competição Latino-Americana premia os melhores filmes ambientais latino-americanos, as obras concorrem a Melhor Longa-Metragem Pelo Júri - com prêmio de R$ 15.000,00; Melhor Curta-Metragem Pelo Júri - com prêmio de R$ 5.000,00 e Melhor Filme Pelo Público.

Longa-Metragem

América Latina em Debate

 A Competição Latino-Americana chega a sua quinta edição sinalizando, por um lado, questões socioambientais agudas da região e, ao mesmo tempo, o crescimento e a sofisticação de sua produção audiovisual voltada ao tema. Este ano foram selecionados 28 filmes que refletem sobre nossa memória e cultura, além de trazer à tona conflitos que historicamente se repetem em nossos territórios.

Leia o texto na íntegra sobre os filmes dessa temática!

Filmes

Júri

Consuelo Lins

É documentarista e professora titular da UFRJ. Dirigiu Lectures (2005), Leituras Cariocas (2009), Babás (2010), entre outros, premiados em vários festivais, além de ter trabalhado com o documentarista Eduardo Coutinho. Doutora em Cinema e Audiovisual pela Universidade de Paris 3 (Sorbonne Nouvelle), é autora do livro O Documentário de Eduardo Coutinho (2004) e co-autora, junto com Cláudia Mesquita, de Filmar o Real - Sobre o Documentário Brasileiro Contemporâneo.

Daniel Augusto

É diretor, roteirista e montador, formado em cinema pela FAAP e mestre em Literatura Brasileira pela USP, com dissertação sobre Guimarães Rosa. Dirigiu os documentários Fordlândia (2011), Amazônia Desconhecida (2013), o longa-metragem Não Pare na Pista - a Melhor História de Paulo Coelho (2014), entre outros. Atualmente, trabalha no filme Albatroz, com previsão de lançamento em 2018.

Idê Lacreta

É montadora cinematográfica. Formada em Ciências Sociais pela USP, iniciou seus trabalhos como montadora nos anos 80, no Rio de Janeiro, com o longa-metragem Cabaré Mineiro (Carlos Alberto Prates Correia, 1980). Ministrou oficinas em festivais e cursos complementares de montagem cinematográfica na ECA-USP e na FGV-SP, além de ter integrado júris de seleção para projetos de curtas e longas-metragens em diversos editais. A Hora da Estrela (Suzana Amaral, 1985), 500 Almas (Joel Pizzini, 2004), Um Céu de Estrelas (Tata Amaral, 1996) e o Prisioneiro da Grade de Ferro (Paulo Sacramento, 2003) são alguns de seus premiados trabalhos.