Economia

Quando o Mercado Imobiliário Vira Uma Commodity

Este ano, os filmes da programação temática de Economia nos revelam como o sistema econômico vigente produz cada vez mais excluídos, num processo crescente e voraz de financeirização (para entender melhor o que é financeirização, leia aqui o excelente artigo que o professor Ladislau Dowbor escreveu sobre esta programação).

Em um mundo onde tudo vira mercadoria (e portanto, subitamente sujeito às flutuações da oferta e demanda), o equilíbrio necessário entre o Estado, as empresas e a sociedade civil se quebra.

Um exemplo desse desequilíbrio nos é apresentado no filme sueco Push: Ordem de Despejo, que trata da financeirização da moradia e do mercado imobiliário em geral, e do que está por trás desse processo relativamente novo.

O longa-metragem, filme da Abertura da 9ª Mostra Ecofalante, será disponibilizado na própria página do filme (link acima), no site da Ecofalante, a partir das 20h00 da quarta-feira, 12 de agosto, até as 20h00 de domingo, 16 de agosto.

O acesso gratuito será liberado em dois períodos (o primeiro, anunciado acima, e num segundo momento, das 15h00 do domingo 6 de setembro até as 15h00 da segunda-feira, 7 de setembro) e se dá a partir de um simples cadastro ao clicar no player.

Para saber mais sobre a programação, baixe o folder interativo aqui.


SOBRE O DEBATE:

No sábado 15 de agosto, às 18h00, nossas convidadas debatem sobre o tema “Quando o Mercado Imobiliário Vira Uma Commodity”.

Siga as redes sociais da Mostra Ecofalante para acessar o debate ao vivo. Já é possível ativar os lembretes da live do debate aqui (YouTube) e aqui (Facebook).

Para a discussão, contaremos com as seguintes convidadas:

Raquel Rolnik (Debatedora)

Professora universitária no campo da arquitetura e urbanismo desde 1979, é atualmente chefe do Departamento de Projeto da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Urbanista, foi Diretora de Planejamento da cidade de São Paulo e consultora de cidades brasileiras e latinoamericanas em política urbana e habitacional. Foi também Secretária Nacional de Programas Urbanos do Ministério das Cidades entre 2003 e 2007. Foi Relatora Internacional do Direito à Moradia Adequada do Conselho de Direitos Humanos da ONU (2008-2014). É autora de livros e artigos sobre a questão urbana e desde 2011, é bolsista de produtividade de pesquisa do CNPq.

Preta Ferreira (Debatedora)

Janice Ferreira, a Preta, é multiartista, comunicadora inata e de formação. É a mais velha dos oito irmãos. Na adolescência, veio da Bahia para São Paulo e, desde cedo, trabalhou para ajudar na complementação da renda familiar. Formada em publicidade, consolidou sua carreira na produção cultural. É também a autora e intérprete do single Minha Carne. Tem por missão "transformar o mundo, para o desenvolvimento cultural e econômico, a partir de pequenos grupos, com promoção da paz e justiça social", pontua. Na Ocupação 9 de Julho, Preta organiza eventos culturais e socioeducativos, desde pesquisas acadêmicas, laboratórios, oficinas, shows e ações de saúde e lazer.

Regiane Oliveira (Mediadora)

Regiane Oliveira, jornalista e historiadora. Desde 2001, atua na cobertura de economia e negócios em veículos como Gazeta Mercantil e Brasil Econômico, além de produzir reportagens para Rolling Stones, Fórum e Valor Econômico. Em 2014, foi contemplada com a bolsa de estudos Erasmus Mundus, com a qual cursou mestrado em direitos humanos na Suécia, Noruega e Inglaterra. Atualmente, trabalha no portal de notícias El País Brasil.