Especial Semana do Meio Ambiente 2022

O Futuro do Cinema: Festivais, Salas e Plataformas

Pudemos experimentar, ao longo de uma década, o crescimento da Mostra Ecofalante de Cinema, assim como o de outros festivais de cinema no Brasil. No entanto, a chegada da pandemia e a multiplicação de plataformas de streaming obrigaram os festivais – e algumas salas de cinema – a recorrer a plataformas virtuais, mudando assim o hábito de muitos espectadores de cinema.

Apesar da crise do setor de exibição ser bastante anterior à pandemia, é evidente que as salas de cinema independente – onde se realizam a maioria dos festivais – foram as mais afetadas. É possível imaginar, em um futuro próximo, a volta dos espectadores a estes cinemas? E aos festivais? Qual é o papel das mostras audiovisuais diante da explosão de oferta de filmes nas muitas plataformas? Essas são algumas das perguntas que os nossos debatedores vão tentar responder.

Já é possível ativar o lembrete do debate aqui (canal YouTube da Mostra Ecofalante).

Para saber mais sobre a programação, siga as redes sociais da Mostra Ecofalante (Facebook e Instagram) e baixe o folder interativo da programação aqui.


SOBRE O DEBATE:

Na quarta-feira, 8 de junho, às 17h00 (horário de Brasília), nossos convidados falam sobre “O Futuro do Cinema: Festivais, Salas e Plataformas”.

Para a discussão, contaremos com os seguintes convidados:

Flavia Guerra (Mediadora)

Flavia Guerra é documentarista e jornalista. É editora do TelaTela (@telatelablog), especializado em cinema e TV; apresenta o podcast “ Plano Geral”, com Thiago Stivaletti; é colunista de cinema da @radiobandnewsfm e, em 2019, cobriu os grandes festivais internacionais de cinema para o Canal Brasil.

Pedro Butcher (Debatedor)

Pedro Butcher é jornalista, crítico e pesquisador. Formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ, trabalhou como repórter e crítico em O Dia, Jornal do Brasil, O Globo, Veja Rio e Folha de S. Paulo. Colaborou para revistas internacionais como Screen International e Cahiers du Cinéma. Faz parte das equipes de curadoria da Mostra CineBH e do encontro de coprodução Brasil CineMundi. Desde 2017 é mentor do Talent Press do Festival de Berlim e coordenador do Talent Press Rio, programa de formação de críticos de países de língua portuguesa realizado no âmbito do Festival do Rio. Atualmente, assina a coluna Janela Crítica, no jornal Valor Econômico, e é professor do curso de cinema e audiovisual da ESPM-Rio.

Pedro Tinen (Debatedor)

German Chancellor Fellow na fundação Alexander von Humboldt na Alemanha, onde pesquisa a programação dos festivais de cinema europeus. Programador, pesquisador e curador em cinema e audiovisual, integra o Programmers of Color Collective (POC2) e os comitês de seleção dos festivais MixBrasil e Mostra Ecofalante de Cinema. Foi Coordenador dos Programas Brasileiros do Festival de Curtas de São Paulo (Curta Kinoforum) entre 2019 e 2020 e curador da retrospectiva O Cinema de Akira Kurosawa (Caixa Cultural/Fortaleza 2019). Foi membro do comitê de seleção do Festival de Curtas de Busan (Coréia do Sul) e programador convidado do Aesthetica Short Film Festival (Reino Unido) em 2020. É aluminus dos programas RAW (Doclisboa e Márgenes – 2020), Locarno Industry Academy (2020), e do Global Cultural Relations Programme (2021). Mestre em Multimeios pela Unicamp (2018).

Tania Montoro (Debatedora)

Professora de cinema da Universidade de Brasília (UnB), Tania é fundadora e coordenadora da linha de pesquisa em imagem e som do doutorado e mestrado em Comunicação. É também pesquisadora e parecerista (CNPQ) para área de cinema e outras visualidades. Curadora de inúmeros festivais e mostras de cinema no Brasil e exterior (Cinema Urbana, 54 Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Festival de cinema brasileiro de Barcelona, Mostra internacional de cinema Negro( Cabo Verde), FICA , Mostra Curta Espanha e outros).