Povos & Lugares

Grandes Obras: Uma Inconsequência?

  • seg 04.jun - 20:00 RESERVA CULTURAL • Avenida Paulista, 900 - Bela Vista - ver no mapa
A temática “Povos & Lugares” é a mais tradicional da Mostra Ecofalante. Presente em todas as edições do evento, ela nos revela olhares para a alteridade e reflexos de nossa realidade em outros universos.
Os filmes "A Terra Não Pôde Falar" e "N-Água", exibidos antes do debate, às 18h30, nos apresentam quem sofre com os impactos sociais e ambientais, de grandes obras e acordos internacionais que pendem a balança para o estrangeiro. Depois da sessão, 
nossos convidados debatem sobre o dilema “Grandes Obras: Uma Inconsequência?.

O Debate irá acontecer no Reserva Cultural, no dia 4 de junho, segunda, às 20h00.
 
Para a discussão, além do público presente, contaremos com os seguintes convidados:

Sérgio Leitão

Advogado, é fundador e diretor executivo do Instituto Escolhas. Foi diretor de Políticas Públicas e diretor de Campanhas do Greenpeace no Brasil, onde trabalhou por 10 anos (2005/2015). Fundador e diretor executivo (2004/2005) do Instituto Socioambiental (ISA).

Daniela Gomes Pinto

Possui graduação em Geologia pela Universidade de São Paulo (1997), graduação em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1999), mestrado em Environment and Development - London School of Economics (2005) e é doutoranda em Administração Pública pela FGV. Tem experiência na área de desenvolvimento e meio ambiente, governança territorial e desenvolvimento local no contexto de grandes obras de infraestrutura, indicadores de desenvolvimento e licenciamento ambiental. Atualmente, é coordenadora do programa Desenvolvimento Local do GVces e da iniciativa Diretrizes para Grandes Obras na Amazônia.

Ana Valéria Araújo

Coordenadora executiva do Fundo Brasil de Direitos Humanos, é advogada, mestre em direito internacional – ênfase em direitos humanos – pela American University, de Washington DC (EUA), com formação complementar em direito internacional público pela Academia de Direito Internacional de Haia, na Holanda. Especializada em direitos indígenas e socioambientais, foi diretora executiva da Rainforest Foundation, em Nova York (EUA), e é também sócia-fundadora e diretora do Instituto Socioambiental (ISA).

Cláudia Tavares

Jornalista especializada em temas ambientais. Trabalhou por mais de vinte anos como repórter no programa Repórter Eco, da TV Cultura. Viajou por vários estados brasileiros e participou de coberturas de eventos internacionais como Conferências das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.