23 de agosto de 2018

Mostra Ecofalante expande fronteiras no estado de São Paulo

Ações do segundo semestre incluem itinerância por diversos municípios do interior

Mostra Ecofalante expande fronteiras no estado de São Paulo

Após a realização de sua edição carioca, que deu início à primeira itinerância nacional, a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental irá expandir suas ações dentro do estado de São Paulo. Buscando ampliar o alcance dos filmes de temática socioambiental e das discussões trazidas por eles, a programação da Mostra para o segundo semestre inclui uma itinerância pelo interior do estado, além de atividades em diferentes regiões da capital.

Até o momento, a itinerância do interior já conta com treze municípios confirmados: Buri, Campina do Monte Alegre, Campinas, Cubatão, Indaiatuba, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santo André, Santos, São José dos Campos e São José do Rio Preto. As atividades incluem sessões de filmes, debates, cursos e projetos de extensão universitária, e acontecerão do final de agosto até dezembro, por meio de parcerias com universidades, Etecs e Fatecs.

Em Santos, a itinerância começa em setembro, entre os dias 18 e 30, com exibições em oito lugares diferentes: Cine Arte Posto 4, Unimonte, Cine na Praça, Sesc, Senac, Cinescola Querô, Instituto Arte no Dique e Sociedade de Melhoramentos do Jardim São Manoel. O evento tem apoio da Prefeitura Municipal e patrocínio do Porto de Santos (Codesp).

Na capital, a Mostra participará da Virada Sustentável, que acontece em agosto entre os dias 23 e 26. Além disso, a Ecofalante dará continuidade à parceria com o CEU Heliópolis e com as Fábricas de Cultura, que terão sessões nas unidades de Brasilândia, Capão Redondo, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha nos meses de agosto e setembro.

As parcerias com universidades são fruto do Programa Ecofalante Universidades, que tem o objetivo de levar os filmes da Mostra para o ambiente educacional. Entre as atividades programadas para o semestre, destacam-se o convênio com a Unesp, que teve início com um debate no dia 11 de agosto, e a parceria com a Ufscar, que terá exibições a partir do dia 24 de agosto no campus Lagoa do Sino, nas cidades de Buri e Campina do Monte Alegre. Outros convênios já estabelecidos que proporcionarão atividades nesse semestre incluem USP, Unicamp, Unifesp, UFABC e Centro Paula Souza.

Na USP, entre os dias 24 e 28 de setembro, a Ecofalante promoverá o evento “A USP e a Agenda ONU 2030”, em parceria com a Superintendência de Gestão Ambiental e o Escritório Regional do Programa Cidades do Pacto Global da ONU. O evento se propõe, por meio de sessões de filme e debates, a divulgar e fomentar discussões sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU na Agenda 2030.

Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público. Acompanhe nossas redes sociais para receber novidades sobre a programação.

A Mostra Ecofalante tem apoio do Instituto Clima e Sociedade, Tigre e Instituto Carlos Roberto Hansen, Kimberly Clark, White Martins e do Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria do Meio Ambiente e da Secretaria de Cultura. Na cidade de São Paulo, a Ecofalante também tem apoio da Prefeitura Municipal e da Secretaria Municipal de Cultura.